z
Música

GuaiaMoons traduz a cadência do mar no clipe de “Vento na Vela”

15 de Março de 2021 -Redação
[GuaiaMoons traduz a cadência do mar no clipe de “Vento na Vela”]

Vídeo traz performance de dança de Natália Coehl e Lívia Rios

Prestes a lançar seu primeiro álbum completo, o duo carioca GuaiaMoons segue mostrando sua mescla de grooves e beats, brasilidade e psicodelia, indie, MPB e rap com a faixa “Vento na Vela”. O quarto single chega às plataformas digitais e ganha um clipe embalado por uma performance de dança de Natália Coehl e Lívia Rios.

A composição de MC Mãe fez uma longa viagem. De uma vila de pescadores, no Ceará, onde escreveu a letra, a música foi ganhar os arranjos hipnotizantes da outra metade de GuaiaMoons - o produtor Bernardo Massot - em seus estúdios em São Paulo, ao lado de Nixon Silva. Guitarras, tambores e sintetizadores surgem para criar uma harmonia com ares cinematográficos, que envolve o ouvinte como a própria maresia.

“Passei 1 mês em Quixaba, no Ceará, um refúgio que vou todo ano e aquele ritmo de tempo da praia selvagem me inspirou a fazer essa canção com a cadência dos barcos de pesca. Ainda sem ter a música gravada, criamos o audiovisual enquanto fazíamos uma pesquisa com as artistas Natália Coehl e Lívia Rios. As imagens são registros de uma pesquisa de improvisação de dança nas falésias de Quixaba. O vento traz o mistério. A areia, a luz e o mar nos deixam mareados pra sentir até o que não conseguimos ver ou explicar”, reflete MC Mãe.

Para completar o trabalho visual, com a faixa já finalizada, o artista e performer Ierê Papá fez intervenções no vídeo, realçando e transbordando o azul do vestido das atrizes. Cor oficial do projeto GuaiaMoons, o “azul de Yves Klein”, como é conhecido, foi patenteado pelo artista francês e usado para criar uma experiência espiritual, quase alquímica, para além do tempo e aproximando-se do imaterial.

Esses conceitos têm tudo a ver com GuaiaMoons, cuja sonoridade abarca estilos que vão do boombap ao trap, usando a música brasileira como fio condutor. Elementos caiçaras inserem-se no contexto cosmopolita, com batidas eletrônicas e instrumentos orgânicos.O projeto mescla as experiências de dois nomes que atuam nesse cenário há décadas. MC Mãe iniciou sua carreira em 1997 e ganhou projeção nacional ao lado do parceiro MC Fox, rendendo parcerias com ConeCrewDiretoria, Raimundos, Dibob, Forfun, Scracho e muitos outros. Atualmente também integra a banda de rock Carranca.

Já Bernardo Massot atua na área desde 2005 e já trabalhou com nomes como Nave, Edi Rock, Negra Li, Projota, Rashid, Rincon Sapiência e Rapadura.

Agora, essas vivências se mesclam em GuaiaMoons e ganharão forma com o primeiro disco do projeto, a ser lançado em breve. Enquanto isso, é possível ouvir e assistir “Vento na Vela”.

 

Ficha técnica

Edição de vídeo: Ierê Papá
Fotografia e performance: Natália Coehl e Lívia Rios
Letra e Voz: McMãe
Produção musical: Bernardo Massot
Co-produção musical: Nixon Silva.

 

Foto: Lívia Rios

Comentários

Outras Notícias

[Dany Bala transforma hit de MC Zaquin em pisadinha]
Música

Dany Bala transforma hit de MC Zaquin em pisadinha

16 de Abril de 2021

O funk original “Ô Moça” possui 23 milhões de plays no Spotify e mais de 50 milhões de visualizações em seu clipe

[Dudu Barros faz festa de aniversário com o tema Juliette]
Mais

Dudu Barros faz festa de aniversário com o tema Juliette

16 de Abril de 2021

Com engajamento milionário nas redes sociais, o promoter resolveu inovar no tema do seu aniversário.

[
Cinema

"Velozes & Furiosos 9" ganha novo trailer oficial

16 de Abril de 2021

Nono capítulo da saga tem estreia prevista para julho nos cinemas brasileiros

[Vila SAN será inaugurada na próxima semana]
Mais

Vila SAN será inaugurada na próxima semana

16 de Abril de 2021

Com nova decoração, mais clean e clara, para visitação ao longo do dia, a Vila SAN conta com patrocínio da Itaipava e trará opções gastronômicas, de moda e música, com atrações variadas

[Raffinha Oliver anuncia terceiro single autoral]
Música

Raffinha Oliver anuncia terceiro single autoral

16 de Abril de 2021

O novo trabalho promete ser mais um marco na carreira do cantor

[Atividade física na melhorar sintomas de doenças respiratórias]
Viva Bem

Atividade física na melhorar sintomas de doenças respiratórias

16 de Abril de 2021

Fazer uma atividade física também otimiza a saúde de quem sofre com as doenças respiratórias crônicas