Cinema

CRÍTICA: O reboot de "O Grito" tenta, mas não convence

12 de Fevereiro de 2020 -Redação
[CRÍTICA: O reboot de

Mesmo com ótimo elenco, filme se perde no roteiro e não ganha o telespectador

O clássico japonês O Grito (2002), refilmado em 2004 por Hollywood, está de volta aos cinemas nesta quinta-feira (13), agora pelos olhos do diretor Nicolas Pesce. Nesta nova tentativa, há muita vontade de prender os amantes de terror à telona e também atrair um novo público. Mas será que eles conseguem?

O reboot continua com a maldição como plano central da trama, mas contada em uma narrativa diferente. Para isso, o diretor apresenta três tramas em diferentes linhas do tempo, com acontecimentos que ligam ao plano central. A detetive Muldoon (a ótima Andrea Riseborough), que acaba de mudar para a cidade com o seu filho, é a responsável por montar as peças do jogo.

Com tantas histórias para contar, o roteiro, que se mostra morno no início do filme, tem dificuldade de pegar ritmo. Na tentativa de convencer e até assustar o expectador, falta liga, falta algo que leve as cenas ao clímax. Aí, por mais que se tente, não há chance de criar vínculo com os personagens, de torcer por algum deles ou odiar o outro.

Para sermos justos, o jovem diretor e roteirista, Pesce, tenta ser autoral, mas sem deixar as origens da lenda original de lado. Ele deixa bem claro para o público sobre onde surgiu a lenda e como ela foi parar em solo americano. Mas, a partir daí, o projeto deixa de ser uma densa história de terror e ganha ares de um promissor suspense com alta dose de drama. As tentativas de dar certo chegam a constranger. É como se procurassem abrandar uma obra para que seu filho possa assistir numa “sessão da tarde” (contém uma pitada de exagero).

E na adaptação aos moldes atuais para o mercado do terror, onde os filmes chegam cada vez mais comerciais e menos perturbadores, O Grito é um pouco mais alto que um sussurro. Ele é uma produção que tenta várias vezes, mas não chega ao topo. Uma pena, já que tem um grande elenco em frente às câmeras.

NOTA (1 A 5):
2.5

Por Robson Cobain

 

O GRITO
Estreia: 13 de fevereiro de 2020
Tempo: 1h 34min
Gênero: Terror

Comentários

Outras Notícias

[Novo clipe do Kart Love alcança 100 mil visualizações]
Música

Novo clipe do Kart Love alcança 100 mil visualizações

26 de Maio de 2020

Cantor comemora sucesso das 24 primeiras horas de seu novo vídeo no YouTube

[UZA lança a campanha Amor Certeiro para o dia dos namorados]
Moda

UZA lança a campanha Amor Certeiro para o dia dos namorados

26 de Maio de 2020

Mesmo em quarentena, casais de Salvador poderão comemorar a data romântica com beleza, estilo e muito sabor

[DH8 lança clipe com a participação virtual de amigos]
Música

DH8 lança clipe com a participação virtual de amigos

25 de Maio de 2020

Intitulada de Criminosa, a nova música da banda de Gusta Câmera acaba de ganhar um clipe com irreverência e muita alegria

[Jeanne Lima homenageia Ivete Sangalo em novo clipe]
Música

Jeanne Lima homenageia Ivete Sangalo em novo clipe

25 de Maio de 2020

Vídeo será lançado hoje (25), às 18h, no YouTube

[Dendê Gastronomia no Restaurante Week Solidário]
Comer/Beber

Dendê Gastronomia no Restaurante Week Solidário

21 de Maio de 2020

O objetivo e novidade do evento na edição deste ano é que cada menu vendido corresponde, também, a uma refeição preparada e doada pelo restaurante a pessoas em situação de vulnerabilidade

[Sollares realiza conferência virtual com temas do cenário eletrônico]
Música

Sollares realiza conferência virtual com temas do cenário eletrônico

20 de Maio de 2020

Debates, Workshops e Live Set compõem programação de evento online