z
Cinema

CRÍTICA: "Invocação do Mal 3" vai além da fórmula de sustos

04 de Junho de 2021 -Redação
[CRÍTICA:

Depois do morno "A Maldição da Chorona", o diretor Michael Chaves acerta a mão no retorno de uma das mais assustadores franquias de terror dos cinemas

Os Warrens estão de volta aos cinemas mundiais, com o “Invocação do Mal 3: A Ordem Do Demônio”. Após dedicar-se a tramas paralelas como “A Freira” e “Anabelle”, esta última talvez uma das franquias mais decepcionantes do formato nos últimos tempos, a Warner Bros retoma a história do casal de investigadores paranormais, que estreia nesta quinta-feira (3), trazendo uma história de assassinato pra lá de assustadora.

Idealizada por James Wan, que roteiriza ao lado de David Leslie Johnson-McGoldrick, o novo filme leva o telespectador aos anos 80. Aqui, Ed (Patrick Wilson) e Lorraine (Vera Farmiga) ajudam na investigação policial, onde o jovem Arne (Ruairi O’Connor) é acusado de assassinato sua defesa luta por sua absolvição, alegando que o mesmo seria vítima de possessão demoníaca. Logo neste início, o filme já entrega o que pretende apresentar durante o decorrer do tempo e, justamente por isso, consegue segurar a atenção para cada passo do casal. Não são poucas as possibilidades apresentadas sobre o caso, que nos leva a embarcar e também se assustar junto com os protagonistas, que desta vez chegam bem mais perto da linha entre vida e morte.

Nesta nova obra, não há como descreditar a direção de Michael Chaves. Quem assistiu ao morno e quase decepcionante "A Maldição da Chorona" (2019), vai sentir que aqui Chaves conseguiu ir além com sua equipe e convencer em cada detalhe. Até a mudança para o formato mais investigativo, que poderia ter atrapalhado a trama, pode ser considerada um passo assertivo e que vai agradar até os fãs mais fechado a novas propostas (sempre tem algum). Diferente do trabalho citado como comparativo, em “Invocação do Mal 3”, tudo corre perfeitamente, desde os diálogos claros e interessantes, até as cenas mais assustadoras, que não deixam aquela sensação de “era só isso que tinha para oferecer?”.

Voltando ao tempo em que o filme se passa, temos uma leitura fiel oitentista. O figurinos, a fotografia em tons mais frios e cada detalhe dos cenários te transportam para a época. Para quem acha que filmes do gênero se sustentam apenas de sustos e cenas sangrentas, aqui temos um ótimo exemplo de que pode se esperar mais da experiência. Dá para se assustar e se deslumbrar com o que é apresentado.

Por fim, é certo dizer que todos os envolvidos em “Invocação do Mal 3: A Ordem Do Demônio” merece os parabéns por entregarem o que se espera de um filme do gênero e irem além da fórmula de sucesso de seus dois primeiros filmes, acrescentado os novos rumos de abordagem dos Warrens. Tudo funciona e prende a atenção, sem forçar a barra. É daqueles filmes que te faz sair da sala satisfeito.

Comentários

Outras Notícias

[Matheus Alves lança primeiro álbum da carreira]
Música

Matheus Alves lança primeiro álbum da carreira

21 de Junho de 2021

O jovem lança “Pegada Diferente”, neste domingo, quando também se apresenta na segunda edição do evento São João de Todo

[Spirit: O Indomável inspira receitas juninas no Tastemade]
Cinema

Spirit: O Indomável inspira receitas juninas no Tastemade

20 de Junho de 2021

Longa para toda a família já está em cartaz nos cinemas

[Arquiteto explica como reduzir os custos de uma obra]
Decoração

Arquiteto explica como reduzir os custos de uma obra

19 de Junho de 2021

Márcio Barreto apresenta soluções para quem deseja diminuir custos, mantendo a qualidade e o resultado

[Jurassic World: Domínio terá prévia nas salas IMAX ]
Cinema

Jurassic World: Domínio terá prévia nas salas IMAX

19 de Junho de 2021

Filme dirigido por Colin Trevorrow terá prévia especial estendida na exibição de Velozes & Furiosos 9

[Mesmo em pandemia, registro de marcas cresce 28% no Brasil]
Mais

Mesmo em pandemia, registro de marcas cresce 28% no Brasil

19 de Junho de 2021

Advogada de Empresarial e Propriedade Intelectual, Gabriela Fragoso explica como se preparar para não viver situações de surpresa.

[ASA apresenta MPB com inspiração indie em EP de estreia]
Música

ASA apresenta MPB com inspiração indie em EP de estreia

19 de Junho de 2021

“Instintos” une cantora baiana Ananda Góes e produtor musical paulistano Fabricio Di Monaco